domingo, agosto 24

Leitura em boa companhia.


Acredito que além da fruição estética o que me atrai no origami é o desafio - vencer cada dobra. Mas confesso que também adoro os origamis simples, afinal existe uma beleza peculiar em tudo, basta saber olhar. Nesse momento dou a mão a Cora Coralina por meio desse maravilhoso poema.



Humildade

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.

Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.

Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa,
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa.


Cora Coralina

4 comentários:

Manu disse...

Liiiindoooooo esse marcador! Parabéns!

Beijos dobrados

APO (Bem-Trapilho) disse...

está espectacular!!!
e quanto aos bloquinhos da M. no frigorífico, aviso-te já que ela cobra direitos de autor!!! :) ahahah brincadeirinha, amiga! força. dão um jeitao para as listas de supermercado.
bjos

Ray Silva disse...

Parabéns pelo blog, super bonito, aliás, o amor pelos animais demonstra a excelente personalidade que você aparenta ter.

Ciliane Pereira disse...

Marcador fofíssimo!
Amei seu blog, tem cada coisa, tudo muito lindo e de bom gosto..
Muito obrigada pela visita, e quero saber se posso te add? rsrs
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...